segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Ministério Sagrado

Por que o trabalho de todos os pastores não desenvolvem de igual maneira, já que todos supostamente têm o mesmo Espírito?
R.: Poderíamos enumerar muitas razões. Mas a mais evidente é a falta de dedicação, de sacrifício ou de entrega total.
Qualquer que seja a profissão ou tarefa a ser feita por alguém exige sua dedicação completa e total. Se isso faltar então o desenvolvimento do seu trabalho estará comprometido.
Competência, conhecimento, sabedoria e tudo o mais fica neutralizado diante da falta de empenho total.
O mesmo se dá com o servo de Deus. Não adianta ser batizado com o Espírito Santo e saber fazer a Obra de Deus se não houver de sua parte dedicação.
Dedicação significa continuidade, perseverança. A Obra de Deus depende da perseverança da fé para combater o trabalho perseverante do destruidor de vidas. Aliás, não é só a Obra de Deus, não! A própria salvação depende de perseverança na fé.
O Senhor Jesus disse:
“Quando o valente, bem armado, guarda a sua própria casa, ficam em segurança todos os seus bens. Sobrevindo, porém, um mais valente do que ele, vence-o, tira-lhe a armadura em que confiava e lhe divide os despojos.” ( Lucas 11 21,22 )
Quem é o valente bem armado? O diabo.
E quem é o mais valente do que ele? O servo de Deus!
Quem é a sua própria casa? O ser humano.
O servo de Deus está devidamente habilitado pelo Espírito Santo para sobrepor o valente e arrancá-lo daquela “casa”. Mas tem de lutar! Tem de trabalhar! Tem que se dedicar de corpo, alma e espírito! A vitória sobre o mal não é automática e nem se faz na base de mágica.
A salvação exige o sacrifício da fé…
Bispo Macedo

Nenhum comentário: